Artigos

O expressivo crescimento do mercado de seguros no Brasil e a sofisticação dos serviços requer bastante especialização dos profissionais de Direito. Com todas as nuances do setor, o escritório de advocacia precisa manter uma equipe constantemente atualizada e antenada, para contribuir com o esforço crescente das seguradoras no combate a fraudes e na educação social sobre seguros, disseminando as peculiaridades que regem o contrato de seguro. O trabalho vai muito além da defesa judicial dos interesses do cliente segurador e de estratégias para redução do estoque de processos judiciais. É necessário um trabalho de conscientização social, em especial do próprio judiciário, quanto à essência do seguro, que não raras vezes é equivocadamente confundido com cunho assistencial.

Fundado em 1989, o Küster Machado Advogados cresce junto com o mercado de seguros. Hoje, além da sede, em Curitiba, tem filiais em Londrina, Blumenau, Florianópolis e São Paulo.

De acordo com o advogado Francis Almeida Vessoni, gestor da área de Seguros do escritório, que atua tanto no contencioso, como também no consultivo, além de intensificar o combate às fraudes, as grandes seguradoras evoluíram muito no “pós-venda”, agindo com maior prudência em regulações de sinistros, no intuito de evitar a judicialização.

Já na esfera judicial, existe um grande esforço para redução do estoque de ações, abreviando o longo caminho processual por meio de acordos. E essa é uma estratégia importante diante das perspectivas de crescimento do mercado segurador brasileiro – em especial para manter o foco na estruturação dos novos produtos da era digital. “Mesmo com tanta informação o mercado securitário ainda possui números modestos quando comparados aos países desenvolvidos. O crescimento é inevitável e extremamente importante para o progresso do país”, com otimismo afirma o advogado.