NEWS

Como decidir sobre a nomeação do DPO?

Compartilhe esse conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Elencamos alguns pontos a serem sopesados antes de tomar essa decisão:


1- Verifique os requisitos do cargo de DPO e analise se tem alguém internamente capaz de atendê-los.

2 – Faça uma estimativa do volume de trabalho do DPO. Em média quantas horas o DPO precisará para desempenhar sua função?

3 – Essa demanda de trabalho pode ser atendida internamente pelo DPO nomeado caso ele exerça outra função no negócio?

4 – Analise se para a demanda de trabalho é viável um DPO terceirizado.

5 – Qual o custo x budget para o salário do DPO interno e do DPO terceirizado?

6 – O DPO terceirizado será um escritório jurídico ou uma empresa especializada que atende aos requisitos?

7 – Certifique-se que o DPO interno ou terceirizado atende os requisitos de independência e está isente do conflito de interesse.

Paula Melina Firmiano Tudisco

Paula Melina Firmiano Tudisco é advogada, formada em 2009 pela UNOPAR (Universidade Norte do Paraná). Possui expertise em Direito Digital, pós graduanda em direito eletrônico e atua no Núcleo de Relações e Negócio Digitais do escritório Küster Machado. É membro da Associação Brasileira de Tecnologia e Direito e membro da Comissão de Direito Digital da OAB Londrina/PR.
Küster Machado Advogados
Küster Machado Advogados Com mais de 30 anos de atuação nacional, o Küster Machado Advogados oferece soluções jurídicas abrangentes nas esferas contenciosas e consultivas em mais de 20 áreas do Direito a nível nacional. Possui unidades nas cidades de Curitiba, Blumenau, Londrina, Florianópolis e São Paulo e desks na Suécia, China e Estados Unidos.

Últimos posts desse autor

LGPD: 5 ajustes prioritários para se adequar.

LGPD EM VIGOR A LGPD finalmente está em vigor desde o dia 18/09/2020. Agora é hora de eleger prioridades e entender onde os ajustes são necessários. Adequação contratual A LGPD