Informes

Trabalhista – MP 873/19, da “desobrigação” da Contribuição Sindical, perde a validade

No dia 28/06/2019, a Medida Provisória 873/19 perdeu a sua validade.

Esta MP previa que o pagamento da Contribuição Sindical poderia ser feito somente após autorização expressa, individual e por escrito do trabalhador e “exclusivamente por meio de boleto bancário ou o equivalente eletrônico, encaminhado à residência do empregado ou, na hipótese de impossibilidade de recebimento, à sede da empresa”.

Com o fim da validade da MP 873/19, voltam a ser aplicadas às regras trazidas com a Reforma Trabalhista que permitem o recolhimento (e o desconto em folha) dos valores de contribuição sindical, desde que prévia e expressamente autorizados.

No entanto, esta autorização prévia e expressa deve ser individual (do trabalhador) ou coletiva (dos Sindicatos por convenção coletiva – e ai os sindicatos retomariam a força para decidir sobre o desconto da contribuição)?

Diante desta dúvida, cabe-nos continuar acompanhando.

Nossa equipe de Direito Trabalhista fica à disposição da sua empresa para elucidar qualquer dúvida sobre este tema.

Últimos Artigos

Rol de procedimentos e eventos em saúde

A evolução da discussão sobre o rol de eventos e procedimentos da ANS no âmbito judiciário e legislativo e os impactos do atual entendimento consolidado pela Lei 14.454/22 Sabe-se que

Inteligência artificial na área da saúde

A ausência de regulamentação no uso da Inteligência Artificial. O setor da saúde tem investido muito em ferramentas de gestão que possam auxiliar nos atendimentos médicos. Conforme dados apontados pela

Programa Emprega + Mulheres

LEI Nº 14.457, DE 21 DE SETEMBRO DE 2022: PROGRAMA EMPREGA + MULHERES Em 22/09/2022 foi publicada a Lei 14.457/2022, que converteu em Lei a Medida Provisória nº 1.116, de 04/05/2022,