NEWS

4 mitos sobre o PL 399

Compartilhe esse conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

1. O uso recreativo da Cannabis será liberado

Errado!

O PL 399 autoriza apenas o plantio para uso industrial e medicinal.

2. O PL 399 vai permitir o comércio indiscriminado da Cannabis Medicinal

Não!

O PL libera o cultivo apenas para pessoa jurídica  e indústrias com rigorosa fiscalização do governo.

3. Medicamentos com efeitos psicotrópicos serão liberados para pacientes

Tá errado!

Os medicamentos apesar de conter  o THC e o CBD, não causam efeitos psicotrópicos nos pacientes.

4. A indústria do Cânhamo vai permitir o acesso à Cannabis para outros fins

Não!

O Cânhamo é uma  espécie de Cannabis que não tem THC suficiente para causar efeitos psicotrópicos, sendo inútil para outros usos que não industriais.

A equipe de Relações Governamentais do Küster Machado  está preparada para tratar deste tema.

Esse informativo não é um aconselhamento legal.

Filipe Küster

Filipe Küster é Diretor de Projetos e Relações Internacionais do escritório. Formado em Direito e Relações Internacionais, tem LLM em Direito Empresarial pela FIEP e atualmente cursando certificação de Green Belt Lean Six Sigma. Tem capacitação em Gestão Estratégica pela Fundação Dom Cabral e especialização em Design de aprendizagem pelo Kaospilots, Design de Negócios Sociais pelo Dream for the World e Modelagem de negócios criativos pela Perestroika.
Küster Machado Advogados
Küster Machado Advogados Com mais de 30 anos de atuação nacional, o Küster Machado Advogados oferece soluções jurídicas abrangentes nas esferas contenciosas e consultivas em mais de 20 áreas do Direito a nível nacional. Possui unidades nas cidades de Curitiba, Blumenau, Londrina, Florianópolis e São Paulo e desks na Suécia, China e Estados Unidos.

Últimos posts desse autor

Conheça mais sobre o nosso desk na China

O nosso desk na China existe desde 2018 quando firmamos uma parceria com o Jinsghi Law Firm, em Pequim. O objetivo da parceria é criar uma plataforma de intercâmbio de